MAGIA E ENCANTAMENTO NA SERRA DE SANTO ANTÔNIO

(Campo Maior – Piauí)

carneiro de ouro
Ilustração: Douglas Viana

Há muito tempo atrás, uns frades franciscanos que fugiam de um grupo de Bandeirantes, passava pela região de Campo Maior, nas proximidades da Serra de Santo Antônio. Traziam consigo uma imensa quantidade de ouro. Naqueles tempos, o único meio de transporte eram os animais, que já se mostravam muito cansados de carregar as preciosidades, que eram muito pesadas. Isso atrasava a viagem dos frades que temiam ser alcançados pelos Bandeirantes e, por isso, teriam enterrado na região em que tem um olho d’água ali na serra, com o intuito de retornarem depois e pegarem o tesouro. Ocorre que logo que enterraram o tesouro, caminharam pouco e deram de cara com uma onça que os devorou.

Dizem os antigos que quando um tesouro fica enterrado por muito tempo em um local ocorre um encantamento que torna o lugar mágico. Não sei se isso é verdade, mas fato é que as pessoas começaram a ver por ali um grande carneiro de ouro que apareceria todo vestido de luz e com uma estrela de brilhantes na testa. Não tinha hora pro bicho aparecer, ele aparecia tanto de dia, quanto de noite, sempre nas proximidades do olho d’água. De noite era possível vê-lo de longe brilhando na escuridão. Junto dele, sempre aparecia uma misteriosa e grossa corrente de ferro que mergulhava no fundo do buraco d’água.

As aparições sempre mostravam o carneiro berrando perto da corrente, apontando para ela com a cabeça como se houvesse algo ali. As pessoas dali de perto que há muito já tinham ouvido do tesouro dos frades contam que logo começaram a dizer que o que havia na ponta da corrente era o tesouro. De fato, os que viam aquilo puxavam a corrente, mas não conseguiam movê-la para fora da água. Era muito pesado o que quer que houvesse na outra ponta da corrente. Só podia ser o tesouro dos frades, que era tão pesado que os animais não aguentaram carregar. Como não tinham força o suficiente para puxar o tesouro, corriam para chamar outras pessoas para ajudar e, quando retornavam, nem sinal de carneiro, de corrente ou de tesouro.

Há outros relatos que dizem que existe na Serra de Santo Antônio, um buraco muito fundo que ninguém sabia onde ia dar. Uns dizem que do outro lado do mundo, há quem afirme que seria a entrada para o inferno e tem quem diga que a fenda vai dar em outra dimensão. Segundo contam, às vezes a tal corrente aparece ali, com uma extremidade presa do lado de fora e a outra parte caída para dentro. Contam que já teriam dali tentado puxá-la também, mas isso também se mostrou impossível. Quando voltavam com ajuda, a corrente também sumia. Alguns dizem que aquele local seria a toca do carneiro. Que quando ele sumia do olho d’água, com certeza, era para ali que ia, levando consigo a corrente e o tesouro. Há quem diga, contudo, que a corrente que aparece no buraco, contudo, seria outra, que ao invés de encantada, era assombrada. Estaria pendurado nela, dentro do buraco, o fantasma de um suicida que haveria se enforcado ali. Teria o corpo passado dias pendurado no galho de uma árvore até ser totalmente devorado por urubus. Há um verso de cordel, com rimas em quadra, que conta essa história:

Na serra de Campo Maior
Existe um buraco profundo
Ninguém sabe onde vai dar
Dizem que no fim do mundo

Por dentro desse buraco
Passa uma enorme corrente
Fica presa bem no fundo
Longe de bicho e de gente

Ninguém foi até o fundo
Ninguém pode chegar lá
Quando mais se puxa mais desce
Não se pode retirar

A origem da corrente
É dada a Chico Palestra
Fez pacto com demo pra enricar
E acabou por se enforcar

Só não conta a tal lenda
Que a corrente misteriosa
Serviu para o enforcamento
Ato cruel, arrependimento

Ainda sobre o olho d’água da corrente (como ficou conhecida a nascente de água), em matéria do Jornal O Destak, meio da imprensa campomaiorense, o senhor conhecido por Chico Alves, teria dito que a água do minadouro teria propriedades curativas. Segundo ele, algumas décadas atrás, chegaram em sua casa três pessoas: um homem e duas mulheres. O homem era cego, tinha vindo de Fortaleza, no Ceará, pois em um sonho uma pessoa teria lhe dito que deveria vir a Campo Maior e procurar um homem chamado Chico Alves, para que este fosse com ele ao Olho d’água da corrente colher dois litros da água para levar e banhar o rosto. Assim foi feito e Chico Alves informou que a última notícia que tinha recebido do homem era de que ele tinha voltado a enxergar.

Chico Alves disse ainda que um outro mistério que ronda o local é o fato de que os animais não bebem da água que brota dos minadouros. Em meio ao sol do sertão piauiense, eles passam pelo olho d’água e só vão beber em pontos mais distantes.

17626403_1849107248683605_8142188402617499941_n

FONTES:

COUTINHO, Reinaldo. O carneirinho de ouro e a corrente lendaria da Serra de Santo Antonio. Disponível em: <http://www.piracuruca.com/index.php/lendas-e-folclore/219-o-carneirinho-e-a-corrente-lendaria-da-serra-de-santo-antonio>. Acesso em 10 de Junho de 2017,

Jornal Destak, Ano I, n° 19, edição de 05 a 20 de abril de 2010, p. 8

LIMA, Reginaldo Gonçalves de. GERAÇÃO CAMPO MAIOR (anotações para uma enciclopédia). p. 89.

http://em-simoesfilho.blogspot.com.br/2011/08/corrente-misteriosa.html

PIRES, Flávia. Quem tem medo de mal-assombro? Religião e infância no semiárido nordestino. Rio de Janeiro: E-papers; João Pessoa: UFPB, 2011. p. 45

NETO, Adrião. Raízes do Piauí. ed. rev. melh. ampl. Teresina, 2010.

TEXTO: José Gil Barbosa Terceiro

 

Um comentário em “MAGIA E ENCANTAMENTO NA SERRA DE SANTO ANTÔNIO

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA

Principais informações sobre política, economia, saúde, tecnologia, esporte e cultura.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: