PINTO PELADO

(Demerval Lobão – Piauí; Esperantina – Piauí)

19074012_317304615360581_1768362422_n

O PINTO PELADO DE DEMERVAL LOBÃO

Em Demerval Lobão, os caçadores volta e meia dão de cara com uma assombração tão inusitada quanto assustadora. João é um dos que diz já ter visto a referida pintura do cão.

Estava lá ele, com sua rede armada em meio ao mato, no alto de uma árvore, esperando pela caça nas horas mortas da noite, quando, de repente, ouviu se aproximar algo.  Ficou esperando em silêncio. Finalmente iria conseguir uma vítima.

Qual não foi o susto quando viu chegar pela trilha um imenso pinto pelado, quase do seu tamanho, que se postou embaixo da árvore, olhando para João, e se pôs a dizer:

-Vamos ao forró da Lagoa, João?

João boquiaberto vendo aquele pinto enorme falando não respondia nada, mas o próprio pinto, talvez lendo a mente do caçador que o mandava para o inferno, enquanto fazia toda espécie de diabrura, respondeu:

– Eu não João.

João ainda não conseguia acreditar naquilo, mas sua descrença logo era quebrada pelo pinto que perguntava de novo:

-Vamos ao forró, João?

João juntou todas as suas forças, desceu da árvore e saiu correndo, mas, o bicho corria atrás e só deixou de persegui-lo quando se deparou com uma cruz na porteira do curral da casa do seu João.

No outro dia, o caçador contou o ocorrido aos conhecidos e familiares, e logo descobriu que outros caçadores também já tinham encontrado com a horripilante figura que todos convencionaram chamar de Pinto Pelado e que, dizem, ainda vive assustando as pessoas pelas matas da cidade de Demerval Lobão.

O PINTO PELADO DE ESPERANTINA

Há relatos de que em Esperantina, lá pras bandas da Cachoeira do Urubu, nas madrugadas em que brilha no céu uma lua cheia, um pinto pelado aparece querendo comer os peixes dos pescadores.

Alguns corajosos, já tentaram capturar essa estranha criatura, mas tiveram os olhos bicados e ficaram cegos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

http://festnoticia.com.br/demerval-lobao-se-comemora-o-dia-do-folclore/

QUEIROZ, Áurea. LENDAS DO PIAUÍ. Teresina: Halley, 2013.

TEXTO: JOSÉ GIL BARBOSA TERCEIRO

ILUSTRAÇÃO: DOUGLAS VIANA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

MONOMITO

Mitologia & Complexidade

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

%d blogueiros gostam disto: