CARROS FANTASMA NO LITORAL DO PIAUÍ

(Luiz Correia; Parnaíba)

22809923_350450022046040_1352247392_n

Carros Fantasmas são veículos assombrados muito comuns no folclore norte-americano e português. Normalmente vistos à noite em estradas desertas, os carros fantasmas podem matar, ferir e causar danos sem sequer precisar entrar em contato físico com suas vítimas. Esse tipo de fenômeno geralmente ocorre quando uma vítima de acidente fatal de trânsito não é encontrada e seu espírito possui o veículo em que morreu ou se apresenta como um espectro fantasmagórico na forma do carro em que se encontrava por ocasião de sua morte.

No Piauí é comum a aparição de veículos fantasma e até já contamos algumas histórias do tipo nos posts Causos de Zé Mateus e Lendas e Assombrações das Sete Cidades de Pedra, aqui mesmo no blog dos Causos. Além das histórias já contadas, alguns relatos de carros fantasmas tem assombrado os habitantes das cidades do litoral do Piauí.

Segundo notícia de 2012 no site G17, um carro sem motorista estava assustando os motoristas de Parnaíba. Pelo que dizem era um carro escuro, rebaixado e com vidros fumê, que circula pelas ruas sem ninguém dirigindo e joga luz alta nos veículos que transitam em direção oposta afim de causar acidentes. Policiais já conseguiram parar o carro, mas quando iam olhar não tinha ninguém dentro.

Áurea Queiroz conta ainda uma história segundo a qual, em Luiz Correia, na antiga estrada que ligava a Lagoa do Camelo a São Lino, existe uma pedra chamada Tanque Forrado. De acordo com os moradores, quando se passa por um portal de pedra que existe ali, é possível ver um negrinho em cima do portal vigiando a estrada, ao mesmo tempo em que, de longe se enxerga os faróis de um carro vindo em direção oposta na estrada, mas, por mais que a pessoa acelere o seu veículo, nunca encontra com o tal carro.

48358225_2171849529742707_8210927590966296576_nO escritor piauiense Adrião Neto nasceu em da Lagoa do Camelo, município de Luís Correia, e confirma a história narrada por Áurea Queiroz. Em dezembro de 2018, encontrei-me com Adrião no prédio da Receita Federal, em Teresina, ocasião em que me presenteou com o livro “Raízes do Piauí”. Foi durante esse encontro que Adrião marrou-me que em sua infância nas fazendas de Lagoa do Camelo e São Lino (pertencente ao coronel José Christiano de Sales, pai do ex-prefeito de Luís Correia Osvaldo Sales Santos, que por sua vez é pai do escritor Adrião Neto).

A estrada em que aparecia a assombração ligava a comunidade Lagoa do Camelo situada na zona de transição entre o litoral e o sertão de Luís Correia ao vizinho município cearense de Chaval, passando pela Fazenda São Lino. Quando os veículos chegavam na fronteira com o Ceará, tinha que atravessar um rio de água salgada – uma espécie de braço de mar, que enchia e secava de acordo com o fluxo da maré. A travessia era feita de carro, com a maré seca e de bote, de propriedade do homem de nome Delbão, em maré cheia. Como havia a necessidade de esperar a maré secar para fazer a travessia de carro, muitas vezes os veículos aguardavam sua vez na Fazenda São Lino. Dentre eles, o mais frequente era o ônibus gaiola, mais conhecido como “Horário”, de propriedade de Sr. Cândido Linhares, que fazia a linha diária no percurso: Parnaíba/Luís Correia/Chaval/Camocim.

 Muitas vezes as pessoas, chegando à fazenda, narravam assombradas a aparição do tal carro fantasma, que desaparecia misteriosamente na estrada. Os relatos eram muitos e os mais variados. Em comum tinham apenas o fato das pessoas verem ao longe os faróis do carro vindo em sentido contrário, que, contudo, desaparecia misteriosamente, como se nunca houvesse estado ali. Mas não poderia ser uma alucinação. Até mesmo o ronco do motor do veículo era audível. A única explicação para o fenômeno era encontrada no sobrenatural.

Adrião contou-me ainda que, por vezes, passando pela estrada, ele mesmo, assim como outras pessoas, sentiam uma energia arrepiante no ar, que lhes percorria a coluna e deixava todos os pelos do corpo ouriçados.  Às vezes, isso era o prenúncio, como que um aviso de que a aparição do carro fantasmagórico se aproximava. De fato, no mais das vezes, era isso que ocorria. Alguns poucos sortudos, contudo, sentiram a energia no ar, sem, no entanto, presenciar o veículo.

22046834_1928024267458569_5371766455367159156_n

Certa feita, o próprio ex-prefeito Osvaldo Sales Santos, acompanhado de um homem conhecido pelos apelidos Gatin ou Bibi, seguia a cavalo da Fazenda São Lino para a Lagoa do Camelo. Era noite e a estrada estava deserta. De repente, viu, ao longe, surgirem na estrada os faróis de um carro. Desceu do cavalo, chegando a retirar as esporas, no intuito de pedir uma carona, mas o veículo, mesmo depois de longo tempo, não chegou até eles. Os faróis apagaram e o carro desapareceu como fumaça, sem deixar qualquer vestígio de que houvesse passado por ali. Osvaldo, bem como seu acompanhante, já tinham ouvido relatos sobre o carro fantasma. Assustados, montam no cavalo, e seguem seu caminho em disparada, até chegarem ao seu destino.

A aparição fantasmagórica, ao que dizem, se faz perceber no lugar até os dias de hoje, de modo que volta e meia alguém, passando por ali, dá de cara com a assombração… Assim, se um dia, você passando por ali, der de cara com os faróis de um carro à noite, comece a rezar de imediato… É possível que seja o tal carro fantasma.

 

FONTE:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: