MESTRE BABAÇU, O GUARDIÃO DOS COCAIS DE BABAÇU

(MITO DOS COCAIS PIAUIENSES)

332px-Attalea_speciosa_Itapecuru_1

O Mestre Babaçu é uma das diversas manifestações divinas da Natureza. É cultuado no Piaganismo como divindade que rege a força, a coragem e a resistência. Mestre Babaçu faz morada na palmeira de mesmo nome, cujos coquinhos fornecem alimento e cuja palha tem mil e uma utilidades.
O Mestre Babaçu nos ensina a observar sua natureza a aprender com ela. Mesmo quando uma mata de babaçu é incendiada, seus coquinhos de casca resistente preservam as sementes, para que novas palmeiras possam surgir logo após o fim das tormentas. Isso nos ensina a preservarmos nossa essência e valores puros, mesmo quando tudo ao nosso redor parecer corrompido.
O babaçu é uma das primeiras plantas que brota após as queimadas, se multiplicando de forma muito mais densa que antes, crescendo e ampliando seus domínios. Isso revela seu pioneirismo, nos ensina sobre coragem. Isso também significa que, às vezes, algo que parece um problema surge como uma forma de purificação e aprendizado. Se soubermos extrair o que há de bom em cada situação, até mesmo os problemas podem nos deixar fortalecidos.
Quem conhece os coquinhos do babaçu, sabe que eles possuem uma dureza difícil de quebrar, mas com persistência, técnica e um pouco de esforço, é possível extrair deles a parte comestível, que pode ter diversos usos. Isso nos ensina que nem tudo é fácil, mas que um pouco de esforço pode lhe deixar mais próximo do seu objetivo e lhe revelar surpresas positivas.
Mesmo com sua dureza e imponência, o Babaçu se deixa balançar pelo vento, para que seus coquinhos caiam na terra e possam brotar. Isso nos ensina que, mesmo com a vida nos obrigando a ter certa rigidez e disciplina, às vezes é preciso ser maleável, para que nossas “sementes” possam ser lançadas e fertilizadas pela terra.
1558056294309013
O babaçu, com suas enormes folhas de mais de quatro metros, dá sombra e abrigo para outras plantas e animais da mata. Isso nos ensina sobre generosidade, sobre a importância de compartilhar um pouco do que se tem com aqueles que necessitam e merecem nossa acolhida.
Com a sombra do babaçu, outras plantas podem crescer e tornar a mata mais fértil, com a matéria orgânica que aduba o solo. Os pássaros e animais que habitam sua copa, também fertilizam a mata com estrume e ajudam a disseminar as sementes das plantas. Isso nos ensina sobre gratidão, sobre a importância de ser grato aqueles que nos acolhem e ajudam.
No Piaganismo, aprende-se que a Natureza é uma grande mestra. Através de seus ciclos e manifestações divinas, nos transmite ensinamentos e lições importantes para nosso desenvolvimento. Para ouvir esses ensinamentos, basta ter sensibilidade, respeito e aprender a ver as coisas com a sacralidade que lhes é inerente.
ILUSTRAÇÕES: RAFAEL NOLÊTO E DOUGLAS VIANA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: