O CAVALEIRO E O TESOURO

(Guadalupe – Piauí)

cavaleiro-montado-a-cavalo-1

Há muitos anos atrás, em uma época que já se perdeu da memória, nas proximidades da Fazenda Boa Vista e do Riacho da Lagoa, já se apresentavam relatos em Guadalupe da aparição de uma assombração espantosa: um cavaleiro medieval montado em um cavalo fantasma, que assustava aos que ousavam se aventurar por aquelas redondezas.

Por vezes não se via a aparição, mas era perfeitamente audível o barulho do forte galope que o animal que montava produzia. Os que deram de cara com a assombração contam que o cavalo sobrenatural é um animal de porte imponente e extrema beleza. Em outras situações, não se via o cavaleiro, e nem o barulho do galope do cavalo, mas ouvia-se o som como que de um couro bovino arrastado ao solo.

Ao que dizem o cavaleiro fantasma de Guadalupe era o guardião de uma botija enterrada na região em que aparecia. Sempre era visto nas noites de quinta ara sexta-feira naquela região da Velha Guadalupe, em veloz cavalgada, afugentando os cachorros que se aproximavam com forte surra.

Um dia um cearense apareceu na região de Guadalupe procurando informações sobre o cavaleiro fantasma e sobre um toco que ficava na região por ele assombrada. Depois de conseguir sondar o povo e obter as informações que desejava, descobriu-se no local em que ficava o toco um buraco cavado no solo e, ao lado, uma moeda de prata.

Ao que dizem, o cearense chegou ali por meio de informações recebidas em sonho e desencavou o tesouro, tornando-se um homem muito  rico. Para obter sucesso em sua empreitada teria cumprido um ritual necessário a quem desenterra botijas: não olhar para trás, não demonstrar medo sob pena de o tesouro desaparecer, e deixar uma moeda como oferenda no local.

Não há como saber se realmente o cearense desenterrou uma botija, mas o certo é que desde então a assombração nunca mais foi vista por ali.  Os mais velhos na cidade conhecem todos a história, e há quem diga que se alguém pegar a tal moeda deixada como oferenda, o cavaleiro fantasma voltará a assombrar a cidade de Guadalupe.

 

FONTE:

MOUSINHO, Reinaldo Alves. Guadalupe: a fênix-luz e sua história. Brasília, DF: ArtLetras, 2013.

 

TEXTO: JOSÉ GIL BARBOSA TERCEIRO

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: