ASSOMBRAÇÕES DE CRUZ DAS ALMAS

(Cristino Castro - Piauí) A Localidade Cruz das Almas fica a cerca de três quilômetros da zona urbana da cidade de Cristino Castro, na saída daquele município para Brasília. Ao que contam, ali mesmo na estrada costuma aparecer uma loira que costuma acompanhar motoristas e motociclistas, se materializando em seus veículos. Ao que dizem é... Continuar Lendo →

HALLOWEEN SANGRENTO COM AS ALMAS

(Altos - Piauí) 31 de outubro. Aproximadamente 19 horas. Era noite de Halloween, ou como chamam em bom português, dia das bruxas. O costume nascido entre povos europeus eras atrás de celebrar a magia que infesta a Terra nessa data e em dias próximos a ela hoje está disseminado por todos os cantos do mundo.... Continuar Lendo →

O DESASTRE: 60 ANOS DEPOIS

ALTOS - PIAUÍ. 13 DE JULHO DE 1957. BR-343. Trecho compreendido entre Teresina e Altos, cerca de um quilômetro e meio desta última, aconteceu o que foi, talvez, a maior tragédia automobilística da história de Altos, e, com certeza, ainda hoje um dos maiores do Piauí. José Cândido Teixeira Viana, dirigia um FORD E-5 que... Continuar Lendo →

A CURVA DA RAPOSA

(BR - 343. Município de Altos, próximo ao limite de município com Campo Maior) O local conhecido por Curva da Raposa, Km 340 da BR 343, segundo um levantamento da Polícia Rodoviária Federal publicado em 2015, é um dos 10 trechos de rodovias federais mais perigosos do Brasil. O local, situado na divisa entre Campo... Continuar Lendo →

CONSTRUINDO SOBRE CEMITÉRIOS

(Teresina / Piripiri / Altos) Você tem medo de cemitérios? É daqueles que passam longe da morada dos mortos? Pois é bem possível que se você já esteve em Teresina, em Piripiri ou em Altos, já tenha estado caminhando sobre gente morta sem sequer imaginar estar a fazer isso. No século XIX, mais precisamente em 1874,... Continuar Lendo →

A PROCISSÃO DOS MORTOS

(VALENÇA DO PIAUÍ - PI) Dizem que há uns anos atrás, morava na Rua do Maranhão, em Valença, Prisilina, uma daquelas beatas velhas de igreja que nada têm de cristãs e que passam a noite olhando os acontecimentos da vida noturna para no dia seguinte fuxicar da vida alheia. Certa vez, em uma quarta-feira de cinzas, estava lá... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑