O CAVALEIRO E O TESOURO

(Guadalupe - Piauí) Há muitos anos atrás, em uma época que já se perdeu da memória, nas proximidades da Fazenda Boa Vista e do Riacho da Lagoa, já se apresentavam relatos em Guadalupe da aparição de uma assombração espantosa: um cavaleiro medieval montado em um cavalo fantasma, que assustava aos que ousavam se aventurar por... Continuar Lendo →

A LENDA DA FAZENDA ABELHEIRAS

(Campo Maior e Castelo do Piauí) A fazenda Abelheiras tem mais de três séculos de idade, sendo bem mais antiga que a cidade de Campo Maior, tendo sido ali o último reduto da casa da torre no Piauí. Em eras remotas, indígenas que habitavam a região encontraram ali uma mina de pedras preciosas e retiraram... Continuar Lendo →

O TESOURO PERDIDO DE FIDIÉ

(Campo Maior - Piauí)   No ano de 1823 o Piauí foi palco de uma das maiores batalhas pela independência do Brasil: A Batalha do Jenipapo. Camponeses armados apenas com ferramentas de lavrar a terra (foices, facões...) enfrentaram as tropas portuguesas, com todo o tipo de armas da época. Os brasileiros lutavam pela independência e... Continuar Lendo →

A BOTIJA DO CURIMATÁ

(Piripiri - Piauí) Lá pro rumo da Serra dos Matões, nas proximidades do Povoado Baixão, em Piripiri, existe uma cachoeira chamada Bota Fora que não seca nem nos períodos de verão rigoroso. No inverno, quando ela atinge todo o seu esplendor, emite um barulho parecido com um ronco. Também conhecida como Cachoeira Grande, é um... Continuar Lendo →

MISTÉRIOS NA SERRA DO BENJAMIN

(Coivaras - Piauí) A localidade Benjamin fica próxima da PI que liga Coivaras a Altos. É uma localidade rural situada no município de Coivaras. Um excelente ponto de referência para localizar referida povoação é a serra do Benjamin, também conhecida como Serra dos Macacos ou Morro do Canto Redondo. É por ali por perto que... Continuar Lendo →

LENDAS E ASSOMBRAÇÕES DAS SETE CIDADES DE PEDRA

(Parque Nacional de Sete Cidades – Piauí) O parque nacional de Sete Cidades é uma unidade de conservação brasileira de proteção à natureza e ao patrimônio histórico (formações rochosas, pinturas rupestres, etc). O parque tem esse nome por causa dos diferentes grupos de rochas que, separados entre si parecem formar pequenas “cidades”. O parque foi... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑