FINADOS BALAIOS DE CRUZ DAS ALMAS

(Cristino Castro - Piauí) A Balaiada, chamada ainda Guerra dos Bem-te-vis, foi a mais longa e numerosa revolta popular iniciada no Maranhão, que teve início em 13 de dezembro de 1838 e durou até o ano de 1841. Ali, a revolta foi liderada por homens pobres, mestiços e também escravos, devido ao sentimento de opressão que sentiam em relação aos prefeitos,... Continuar Lendo →

O ENCANTADO DO SURUBIM

(ALTOS - PIAUÍ) O Rio Surubim é um importante curso d'água que nasce na cidade de Altos, correndo suas águas para a cidade de Campo Maior, onde deságua no Rio Longá. Ainda no século XVIII, as suas margens já eram habitadas, sendo de extrema importância para o início das povoações que deram origem a Altos... Continuar Lendo →

HOMEM DA BOCA BRANCA

(CORONEL JOSÉ DIAS - PIAUÍ) Conta-se no município de Coronel José Dias, uma variante da lenda do homem do saco. Segundo os moradores da cidade, aparece por ali o temido "Homem da Boca Branca", nos arredores da localidade Barreirinho, próxima à Serra da Capivara. Ao que dizem se trata de um espírito maligno que, por... Continuar Lendo →

O MITO DA PALMEIRA BURITI (O MESTRE BURITI)

(MITO DOS COCAIS PIAUIENSES) Há muito tempo atrás, a região de Buriti dos Lopes era habitada por inúmeras tribos indígenas. A mais respeitada delas era uma aldeia de Tapuias que eram comandados pelo cacique Airuanã que havia se fixado na região do riacho Muriti (como era chamado o riacho Buriti na época). Os nativos viviam... Continuar Lendo →

A MORTE PEDE CARONA

(TERESINA - PIAUÍ) Era o ano de 1999. Valmir Pedrosa era, então, o diretor do jornal Agora. Havia ficado até tarde na redação do jornal terminando uma reportagem. Um rapaz, também jornalista, lhe fazia companhia e auxiliava. Ao término do serviço, como já era tarde e não haviam mais ônibus, Valmir,, que tinha um carro,... Continuar Lendo →

O CASAL CORPO SECO

(Batalha - Piauí) Há muito tempo atrás, no tempo da escravidão, ali, na região de Batalha, vivia um casal muito rico e orgulhoso, que vivia maltratando escravos e demais agregados da sua fazenda. Eles eram tão orgulhosos que não tinham um só amigo sobre a terra, pois consideravam todos inferiores a eles. Se um pobre... Continuar Lendo →

CAVALEIRO FANTASMA

(Valença Do-Piauí) Lá no início do século XX, por volta do ano de 1910, aparecia em Valença, no bairro Vermelha, um tal Cavaleiro Fantasma que deixou o povo daquela cidade assombrado por muitos anos. Parte dos moradores que viviam no caminho percorrido pelo cavaleiro, que passava pelo Largo da Bela Flor, pela Rua Lauro Sodré... Continuar Lendo →

A MULHER DE BRANCO

(Proximidade do Açude do Romildo e do Soturno, zona rural de Altos) O que comumente se chama de mulher de branco são espíritos errantes que vagueiam pelas estradas altas horas da noite. Por vezes são apenas vistas caminhando pela estrada, enquanto há casos em que pegam caronas em veículos que passam nas estradas em que... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑