A mãe do ouro

(Altos - Piauí) Desde os tempos em que o Piauí, assim como o Brasil, era colônia de Portugal, contam a história de uma bola de fogo que anda cruzando os céus ao longo de noites escuras em regiões de serras e morros cercados de matas, principalmente quando essas elevações se encontram próximas de rios, riachos,... Continuar Lendo →

O CAVALEIRO E O TESOURO

(Guadalupe - Piauí) Há muitos anos atrás, em uma época que já se perdeu da memória, nas proximidades da Fazenda Boa Vista e do Riacho da Lagoa, já se apresentavam relatos em Guadalupe da aparição de uma assombração espantosa: um cavaleiro medieval montado em um cavalo fantasma, que assustava aos que ousavam se aventurar por... Continuar Lendo →

A LENDA DA PEDRA DO PERAL

(BURITI DOS LOPES - PIAUÍ) A pedra do Peral é uma formação rochosa localizada em Buriti dos Lopes na beira de uma antiga estrada que ligava a região do baixo Longá. Medindo quase 09 metros de altura e 17 de largura, a pedra encontra-se encravada em um grande e branco areal onde, no inverno, brotam... Continuar Lendo →

A LENDA DA FAZENDA ABELHEIRAS

(Campo Maior e Castelo do Piauí) A fazenda Abelheiras tem mais de três séculos de idade, sendo bem mais antiga que a cidade de Campo Maior, tendo sido ali o último reduto da casa da torre no Piauí. Em eras remotas, indígenas que habitavam a região encontraram ali uma mina de pedras preciosas e retiraram... Continuar Lendo →

FOGUINHO DA LADEIRA

(Picos - Piauí) No morro da Ladeira da Peitica, em Picos, ocorre um estranho fenômeno luminoso que se manifesta em diversas épocas do ano, mas com maior ocorrência em dezembro e janeiro. Para uns, o que ocorre ali, é uma bola de fogo azulada que sai do chão e sobe como uma bola, se instalando... Continuar Lendo →

O TESOURO PERDIDO DE NICOLAU DE REZENDE

(Delta do Parnaíba - Piauí) Nicolau de Rezende foi um grande navegador português, da época das grandes navegações. Certo dia, por volta de 1571 ou 1640, navegava em sua caravela pelas águas que hoje pertencem ao litoral piauiense, quando, vendo-se perseguido por piratas, adentrou a foz do Rio Parnaíba, percorrendo o que hoje é conhecido... Continuar Lendo →

A MINA PERDIDA DE MURIBECA

(Sul do Piauí, proximidades do Rio Gurguéia) Diogo Alvares Correia, o Caramuru, era um europeu que chegou ao Brasil após naufragar em uma caravela na costa brasileira, nas proximidades da Bahia, sendo o único sobrevivente do sinistro. Passou a vida entre os índios tupis-guaranis e casou-se com a bela indígena Paraguaçu, com quem gerou farta... Continuar Lendo →

O TESOURO PERDIDO DE FIDIÉ

(Campo Maior - Piauí)   No ano de 1823 o Piauí foi palco de uma das maiores batalhas pela independência do Brasil: A Batalha do Jenipapo. Camponeses armados apenas com ferramentas de lavrar a terra (foices, facões...) enfrentaram as tropas portuguesas, com todo o tipo de armas da época. Os brasileiros lutavam pela independência e... Continuar Lendo →

A BOTIJA DO CURIMATÁ

(Piripiri - Piauí) Lá pro rumo da Serra dos Matões, nas proximidades do Povoado Baixão, em Piripiri, existe uma cachoeira chamada Bota Fora que não seca nem nos períodos de verão rigoroso. No inverno, quando ela atinge todo o seu esplendor, emite um barulho parecido com um ronco. Também conhecida como Cachoeira Grande, é um... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑