UM MAR SUBTERRÂNEO HABITADO POR BALEIAS, SURUBINS E SERPENTES GIGANTES…

19621462_309361686154874_1028548450_n

Séculos antes da vinda de Cristo à Terra houve um grande dilúvio que inundou a Terra inteira. Esse originou mitos de povos de diversas partes do mundo. Noé, um homem de bem, foi avisado sobre o dilúvio que chegava por Deus a tempo de construir uma arca para salvar sua família e os espécimes animais de sua região. Os sumérios na Mesopotâmia da antiguidade, narram que Gilgamesh visitou Utnapichtim,  um ancestral, a quem se concedera vida eterna após ter sobrevivido ao Dilúvio e que lhe contou que havia recebido de um deus instruções de construir uma grande arca para sobreviver a um dilúvio provocado por outros deuses que queriam destruir o mundo. Na Índia, Manu sobreviveu a um dilúvio porque foi alertado da chegada do cataclismo por um peixe e construiu um barco no qual navegou até ser-lhe possível se refugiar no Himalaia. Na América do Norte, os índios havasupais dizem que o deus Hokomata destruiu a humanidade com um dilúvio. Os demais humanos teriam sobrevivido porque Tochopa preservou sua filha Pukeheh, lacrando-a em um tronco oco e esta repovoou o mundo. No Peru, os chinchas dizem que os humanos teriam sobrevivido ao dilúvio por que um deles teria sido conduzido por um lhama ao topo de uma montanha. Os tupinambás, no Brasil, contavam que seus antepassados teriam sobrevivido ao dilúvio em canoas ou no topo de árvores altas. O dilúvio realmente parece ter ocorrido em todas as partes do mundo.

 Pois bem, diz a lenda, que esse baita dilúvio que inundou o planeta, teria formado um mar subterrâneo no subsolo das terras piauienses e de estados vizinhos, de modo que a água teria penetrado no solo por meio de falhas geológicas ancestrais que já não existem. Junto com a água teria sido arrastada para esse mar subterrâneo uma baleia gigante de uma espécia primitiva que já não existe mais nos oceanos conhecidos. Dessa nasceu um casal de filhotes,  que permitiram a continuidade à espécie no subsolo da Terra, de modo que teriam surgido delas uma infinidade de filhotes. Com o tempo, uma série de reações químicas no subsolo teria causado um efeito nas águas que teria tornado essas baleias gigantes imortais e adormecido a todas em sono profundo. Em várias cidades do Piauí, e até mesmo em outros estados, conta-se que existe no subsolo uma dessas baleias gigantes que habita um mar subterrâneo que corre por baixo das terras piauienses.

A LENDA DO MAR SUBTERRÂNEO

19512365_1875880839331251_269471244_nContam os mais velhos na cidade de Simplício Mendes que haveria embaixo de um dos morros da cidade um mar subterrâneo.

Ali seria possível ouvir, vez por outra, os urros revoltados de um monstro que viveria naquelas águas subterrâneas.

Dizem ainda que em tempos vindouros, que não tardam a chegar, a água do mar, salgada e fervente, estourará o morro, submergindo a cidade e trazendo à tona o monstro que devorará qualquer sobrevivente da inundação.

Os cientistas acreditam que os “urros” sejam sons produzidos por falhas geológicas sob o morro (na foto com algumas casas ao redor e em cima), mas nunca se sabe né? Vai que essas falhas foram feitas pelo monstro querendo vir a tona?

A BALEIA EMBAIXO DA IGREJA

Em várias cidades do Piauí, uma baleia mística está adormecida em baixo de uma igreja e que, se ela despertar, causará uma grande catástrofe. Reza a lenda que no dia em que a baleia despertar, grandes fendas se abrirão no chão, jorrando água do antigo mar soterrado, o que inundaria toda a cidade e seus arredores.

 Alguns afirmam que, ao se aproximar da igreja, às vezes sentem tremores (que seriam da baleia se remexendo por se sentir incomodada com algo) e dizem que, às seis da tarde, no silêncio, no altar, pode-se escutar o coração da baleia, bem como o movimento das águas subterrâneas.

 Em Valença, a baleia seria tão imensa que apenas sua cabeça estaria embaixo da igreja matriz da cidade (Igreja de São Benedito), enquanto a cauda ficaria sob a Igreja Nossa Senhora da Conceição em Aroazes-Piauí, o que lhe daria imensos 40 Km de comprimento.

Segundo Cláudio Bastos, em seu Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Piauí, em Amarante a baleia teria ido parar embaixo da igreja matriz da cidade ao sair do mar e descer o Rio Parnaíba durante uma enchente em tempos passados.

Em Oeiras-PI, atribui-se as constantes rachaduras na igreja aos movimentos da baleia que habitaria o subterrâneo da igreja de Nossa Senhora da Conceição. Em Pedro II, também conta-se sobre uma baleia que no fim dos tempos aflorará no altar da igreja, vinda de Parnaíba.

Contam que em Picos existe uma baleia sob a Igrejinha do Sagrado Coração de Jesus. A lenda da baleia existiria, ainda, em Cristino Castro-PI. O mesmo ouvi falar em Campo Maior. Alguns dizem, mesmo, que o recente Terremoto (ocorrido em janeiro de 2017) em Teresina, Piauí, seria obra de uma baleia se mexendo embaixo da igreja São Benedito.

O SURUBIM GIGANTE

Em Amarante há ainda uma outra vertente da lenda: contam que muito tempo atrás houve uma enchente que teria aumentado o nível das águas dos rios Parnaíba e Canindé e, que nessa época, teria vindo parar naqueles rios um surubim gigante que chegou a assustar banhistas daquela cidade. Após chamarem as autoridades convocarem um mergulhador profissional que teria vindo de longe para averiguar a presença de tal criatura naquelas águas, foi descoberta uma loca profunda cheia de água partindo do antigo “Porto do Quartel” até debaixo da Igreja Matriz de São Gonçalo. Será que essa antiga baleia é parecida com um surubim gigante?

Ora, ninguém é capaz de saber o que anos de evolução no subterrâneo pode ter feito com a aparência das baleias. Mas isso nos leva a crer que os rios Parnaíba e Canindé, e talvez outros da hidrografia piauiense, possam ser parte exposta a céu aberto desse mar subterrâneo. Talvez, justo por isso elas estejam em tantos municípios piauienses.

A SERPENTE

Em Nossa Senhora dos Remédios se fala também em uma imensa serpente que habita os subsolos da cidade. Sua cabeça está sob a igreja matriz e o rabo no rio. Ali, naquela posição, dorme há anos. Quando sentem-se tremores de terra por ali, todos sabem que é a serpente gigante se revolvendo no subsolo. Ao que contam, no fim dos tempos, a serpente vai emergir e junto dela trará toda a água do Mar subterrâneo, inundando toda a cidade.

LEVIATÃ?

maxresdefaultOs antigos hebreus falavam de uma criatura chamada Leviatã, muitas vezes descrita como uma baleia, outras como serpente, à qual inclusive a Bíblia faz referência nos capítulos 40 e 41 do Livro de Jó, e que, segundo a tradição judaica, seria o mais poderoso dos monstros aquáticos, que estaria destinado a, um dia, destruir o mundo. É citado na Bíblia ainda no livro de Salmos (capítulo 74:13-14). Na tradição judaica diz-se que foi criado no quinto dia da criação e o Talmud o menciona no “Avodah Zarah 3b”.   No satanismo, ensinam que Leviathan é um dos quatro príncipes do inferno, ao lado de Satanás, Lúcifer e Belial. Mas afinal, estaria Leviatã no Piauí? Se for ela a baleia ancestral de que falam, que comanda os infernos e representa as forças do caos, o que será de nosso estado, com tantos filhotes de Leviatã espalhados por aí? Estaríamos próximos do fim? Não sei, mas é bom ficar de olho nos possíveis sinais. Vai que essas rachaduras nas igrejas e esses urros sob o morro são Leviatã, a baleia ancestral representante das forças do caos, e seus filhotes se preparando para seu retorno?

REFERÊNCIAS

TEXTO: JOSÉ GIL BARBOSA TERCEIRO

ILUSTRAÇÃO PRINCIPAL: DOUGLAS VIANA

FOTO DO MORRO DO MAR SUBTERRÂNEO: EMANOEL JARDEL ALVES

IMAGEM DE LEVIATÃ EXTRAÍDA DA INTERNET.

Um comentário em “UM MAR SUBTERRÂNEO HABITADO POR BALEIAS, SURUBINS E SERPENTES GIGANTES…

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: