A ALMA DO MENANDRO

(Alto Longá – Piauí)

Visão interna da capelinha erguida sobre o túmulo de Menandro, mostrando ex-votos ao santo popular longaense

Menandro A. Chaves Melo nasceu em 23 de abril de 1878 e já contava com quase 78 anos de idade quando, no dia 18 de março de 1956, saiu em viagem a pé andando por um caminho em meio à mata. Passava por local próximo ao que hoje é conhecido como a Localidade Marcelo, zona rural de Alto Longá, quando cansado e sedento da árdua caminhada sob o sol escaldante, veio a óbito. Só encontraram seu corpo quando já se encontrava em estado de decomposição e, sem ter como retirá-lo dali, resolveram sepultá-lo naquele mesmo lugar em que caiu desfalecido.

Logo em seguida, consideradas as circunstâncias sofridas de sua morte, iniciou-se uma devoção à alma do finado Menandro. As pessoas da região o elegeram como santo popular por acreditarem que o sofrimento tinha expiado os pecados de sua carne, e passaram a efetuar pedidos e promessas à sua alma bendita, que logo passaram a ser atendidos de forma milagrosa, razão pelas quais os fiéis, em agradecimento, efetuavam melhorias na sepultura e depositavam velas e outros presentes como ex-votos, em agradecimento às graças obtidas.

Assim, aos poucos, um fiel construiu o túmulo, outro colocou um cruzeiro de madeira, etc. Ao que dizem a capelinha em homenagem a Menandro, erguida sob seu túmulo, foi construída com recursos próprios do ex-prefeito de Alto Longá Pedro Henrique Área Leão Costa. Ao que consta, o político havia prometido que se ganhasse as eleições para o cargo do Executivo Municipal construiria a capela. Como obteve êxito, tendo tomado posse como prefeito, mandou construir a capelinha.

Entre os ex-votos depositados no local, pode-se observar imagens de santos católicos, papéis com orações, velas, retratos de fiéis que tiveram as graças atendidas, flores, cartas com agradecimentos, terços, garrafas d’água, representações de partes do corpo dos fiéis que tiveram graças de saúde alcançadas, sinos de gados perdidos que foram encontrados, etc. Entre os pedidos que são feitos a referida alma bendita destacam-se os pedidos por saúde, ajuda para encontrar coisas e animais perdidos, solução de problemas amorosos e familiares, etc.

Até hoje são encontrados no local pedidos e agradecimentos que provam que o culto à alma do Menandro permanece vivo na região, atraindo para o local pessoas de Alto Longá e cidades vizinhas, que, pelas graças alcançadas, são a prova viva de que o Finado Menandro é uma alma bendita, muito milagrosa, que há décadas tem intercedido pelo povo piauiense.

FONTES:

BRAGA, Géssyca da Silva. Entrevista a José Gil Barbosa Terceiro. Altos, 2021.

SOARES, Mônica. Entrevista a José Gil Barbosa Terceiro. Alto Longá, 2021.

TEXTO: JOSÉ GIL BARBOSA TERCEIRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA

Principais informações sobre política, economia, saúde, tecnologia, esporte e cultura.

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

Causos Assustadores do Piauí

Mitos, visagens, lendas, ovnis, ets, fenômenos e causos assombrosos do Piauí

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: