O CARNEIRO ENCANTADO

(União – Piauí)
42787224_1379536728848501_8794211921021632512_n
Pertinho do município piauiense de União (e do município maranhense de Coelho Neto) há uma lenda de um carneiro encantado. A criatura, que aparece no lugar denominado Passagem de Santo Antonio, no rio Parnaíba, fronteira do Piauí com o Maranhão, é enorme e traz na testa uma estrela cujo brilho varia entre os extremos da luminosidade, às vezes parecendo que vai apagar-se e em outros instantes brilhando como poucas coisas nesse mundo.
Reza a lenda que há muitos anos atrás um padre transportava por ali o dinheiro da paróquia da região quando foi assaltado. No assalto, os ladrões deram cabo da vida do religioso, mas verificando tratar-se de um homem de Deus, os criminosos arrependeram-se e acabaram enterrando o sacerdote com todo o dinheiro que carregava.
A partir de então, o padre tem aparecido por ali transformado no tal carneiro encantado. Dizem que só será desencantado no dia em que alguém encontrar o dinheiro enterrado, de modo que a pessoa que o fizer ficará muito rica e o carneiro não mais aparecerá.
 
FONTE:
 
 
 
QUEIROZ, Áurea. Lendas do Piauí. Teresina: Halley, 2013.
ILUSTRAÇÃO: DOUGLAS VIANA

Um comentário em “O CARNEIRO ENCANTADO

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

VEJA.com

Notícias sobre política, economia, celebridades, mundo e esportes. Coberturas e reportagens especiais em TVEJA.

MONOMITO

Mitologia & Complexidade

Me desculpem, não foi de propósito!

Devaneios irreais sobre uma vida real.

O FOLCLORE BRASILEIRO

O Folclore é uma das nossas mais importantes culturas. Vamos manter a tradição, cultivá-la, divulgá-la, usufruí-la etc.

Se Conto Ninguém Acredita

Histórias de um Subconsciente Pouco Convencional

Colecionador de Sacis

Desde 2015 tirando o folclore da garrafa

Raiz Cultural

Consolidando Cultura Piauiense

%d blogueiros gostam disto: